Colégio Cantareira

educ. infantil
fundamental 1
fundamental 2
Colégio Cantareira | notícia
Colégio Cantareira | destaqueDestaque do Cantareira
A CAMINHO DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR
A CAMINHO DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR

Uma reflexão sobre a Base Nacional Curricular Comum

por Gilson Donato

O Colégio Cantareira não se propõe a ser uma instituição de 'dar aulas', de 'cumprir programas a todo custo', de 'dar prova', de 'treinar para o vestibular'.

No nosso Projeto Pedagógico, uma das características é a OUSADIA. Muitas vezes saímos na frente com determinadas ideias e rejeitamos outras em prol de reflexões pedagógicas que buscam a qualidade no ensino. Nada é feito como pura experiência. Nem compramos pacotes prontos de assessorias e sistemas de ensino que prometem o milagre da aprendizagem previamente preparado para um aluno virtual e um professor também.                         

Assim, o novo documento que ora é divulgado nos impulsiona para mais estudos e nos oferece ideias que já nos povoam a mente há anos. Nossos conselhos de classe não se pautam apenas na nota numérica do aluno, mas em suas competências atingidas. Cada vez mais o processo avaliativo do aluno leva em conta suas habilidades para que se possa verificar sua aprendizagem adequadamente.

A interdisciplinaridade é buscada a todo momento. O professor reflete sempre a inserção de seu objeto de estudo no conhecimento como um todo, rompendo barreiras e fazendo o entrelaçamento entre as disciplinas. Isso é percebido com clareza nas disciplinas do currículo aprofundado do Ensino Médio que compõe nosso período integral nessa etapa.                             

A Base Nacional Curricular Comum vem na lógica das reflexões propiciadas desde a Lei de Diretrizes e Bases de 1996 e os Parâmetros e Diretrizes Curriculares que vêm sendo oferecidas desde então, com novos documentos exigindo a inserção dos estudos da África e questões ligadas à negritude, arrolando temas transversais que levam compulsoriamente à interdisciplinaridade, a importância dos povos indígenas dando a suas línguas importância ao lado do português. Um currículo nacional não impede que se crie sobre ele, que se o amplie e que lhe dê vida com uma abordagem que envolva o aprendente de hoje.
Mais notícias
/COLEGIOCANTAREIRA
/COLEGIOCANTAREIRA
Avenida José da Rocha Viana, 475/499
Pedra Branca • São Paulo • SP
Educação Infantil: (11) 2231-7789
demais cursos: (11) 2232-8444
PARCEIROS